.

Viajar sozinha: vontade X coragem

(Foto: Gicelle Pereira)

Guardei esse tema para postar especialmente hoje, no nosso dia: Dia Internacional das Mulheres, afinal, antigamente viajar sozinho era praticamente uma exclusividade masculina.

Dificilmente as mulheres faziam esse tipo de viagem, apenas as mais destemidas e à frente de seu tempo se permitiam viver essa experiência.

O bom é que isso mudou e viajar sozinha está cada vez mais frequente e comum. Mesmo assim, muitas mulheres apesar de terem vontade, tem muito receio, não tem coragem.

Mas e aí, o quê fazer? Como enfrentar o medo? Será que é tão simples assim? Para algumas pode ser fácil, já para outras nem tanto. Vejam o meu caso:

Nunca fui do tipo aventureira e desbravadora, nem sequer gostava de passear sozinha pela própria cidade.

Tinha um pré conceito sobre o assunto, pois sem ao menos tentar, achava que esses programas eram entediantes e sem graça. Imagina não ter com quem comentar sobre o filme ou a peça assistida? Ou rir sozinha de algo engraçado que aconteceu?

Se eu já não tinha vontade de passear sozinha, que dirá viajar sozinha. Entrava em pânico só em imaginar estar em um local distante, sem ninguém conhecido por perto...pensava: E se eu ficar doente? E se algo de ruim acontecer, a quem recorreria?

Mas tudo isso mudou quando dei conta de que estava deixando de ir a lugares que queria, por falta de companhia.

Afinal, nem sempre encontramos pessoas que estão dispostas a fazerem os mesmos programas que os nossos, no dia e horário em que podemos. Quando isso acontecia, ao invés de ir assim mesmo, eu desistia.

Cansada de tudo isso resolvi mudar minhas atitudes, deixar de depender tanto da companhia alheia, mesmo porque a minha felicidade está nas minhas mãos e não na dos outros.

Foi assim que essa vontade aflorou em mim, mas apesar disso o medo continuava ali, me podando. Para me ajudar a controlá-lo, comecei a pesquisar na internet histórias de mulheres que viajam sozinhas. Para minha surpresa grande parte delas tiveram (ou ainda tem) receio, mas enfrentaram!

Depois de ler tantos relatos, minha vontade de viver essa experiência aumentou ainda mais. Fiquei empolgada, mas ainda assim insegura, não tinha coragem de simplesmente fazer a mala e sair rumo a uma viagem solo. Precisava começar aos poucos, passo a passo.

Foi aí que li uma matéria onde reforçava esse meu conceito, de dar um passo de cada vez e ter um bom planejamento. O texto é da Amanda Noventa, do blog Amanda Viaja (antigo Be happy now) que fala exatamente sobre isso: “5 sinais de que você está preparado para viajar sozinho”.

Nela, Amanda elenca dicas para verificar se você está realmente preparado para essa empreitada e desta forma evitar maiores frustrações.

A primeira dica consiste em fazer um teste! Essencial para pessoas que assim como eu se sentem inseguras ainda.

Antes de partir para a tão esperada viagem solo, testar fazendo um bate e volta a uma cidade próxima ou fazer coisas que geralmente não faz sozinha.

Isso ajudará na autoanálise, saberá como se sente nessas situações. Exatamente do jeito que pensei em iniciar meu “treinamento”

Mas agora que já estava tomando coragem, surge a triste notícia das amigas argentinas que foram assassinadas durante uma viagem. 

Após este fato, claro que surge o medo, mas mesmo assim, temos que enfrentá-lo, controlá-lo e usá-lo a nosso favor. Pois ao sentí-lo identificaremos situações perigosas, como por exemplo, andar por um determinado local à noite.

Além disso, se formos pensar nisso o tempo todo, não sairemos de casa para nada. Ainda mais vivendo em grandes cidades, como São Paulo, onde a falta de segurança é grande.

Então, vocês mulheres que estão vivendo esse dilema de vontade x coragem, não desistam!

Façam o teste! Façam atividades que não costumam fazer sozinhas, por exemplo: ir ao cinema, teatro, museus, restaurantes sozinhas, vamos ao menos tentar!

Eu já estou praticando e compartilharei minha experiência, na série Viajando Sozinha.

Diferente da maioria das postagens sobre esse assunto, esta série será quase como um diário, uma conversa entre amigas, onde contarei toda minha preparação rumo a tão sonhada viagem.

Desde os testes, passando pelas impressões e sensações, planejamento, tudo para demonstrar a vocês que estamos juntas e que se eu consigo vocês também conseguem.

Peço às mulheres que já passaram por essa experiência, que dividam conosco suas dicas para nos ajudar a chegarmps lá!

Conto com a participação de vocês!

Aproveite para seguir o blog nas redes sociais!

   

Abraços e até o próximo embarque!



2 comentários:

  1. Bah, eu sou exatamente o contrário. Prefiro fazer muitas coisas sozinha, principalmente viajar. Acho que é uma das atitudes mais empoderadoras da vida. Me sinto independente e capaz de fazer qualquer coisa quando estou solita fora de casa. Escrevo sobre minhas viagens em www.melevaembora.wordpress.com . Todas as trips começam sem companhia, mas acabam com um saldo grande de amigos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, vou passar lá para ler suas aventuras solita :)

      Excluir

Deixe seu comentário! Sua participação é muito importante para nós!