.

Joanópolis: belezas naturais, histórias e sabores

Semana passada contei sobre a relação de Joanópolis com o mito lobisomem. Se não viram, é só clicarem aqui!

Hoje volto a falar sobre Joanópolis, porém compartilharei como foi minha visita a cidade, o que eu conheci, provei, enfim, preparem-se para muitas histórias, dicas de passeios e, claro, uma deliciosa gastronomia. Embarquem comigo!

(Foto: Simone Silva)
* Um pouco sobre a história:
Joanópolis foi fundada em 24 de junho de 1878, em pleno dia de São João. Em função disto é que recebeu esse nome em homenagem ao santo, que também é seu padroeiro.

Seus moradores orgulham-se em dizer que Joanópolis é a cidade que nasceu de uma festa! ☺

No dia da sua fundação foi erguido o primeiro mastro à São João Batista, onde posteriormente construiram uma Capela. Até que em 1910 deu lugar à Basílica de São João Batista, feita em estilo neoclássico e traços góticos e romanos.

Igreja de São João Batista (Foto: Simone Silva)

Imagem de São João no altar da igreja (Foto: Simone Silva)

Santa Verônica (Foto: Simone Silva)

O catolicismo permanece forte na cidade até hoje, tanto que os principais festejos anuais são comemorações religiosas, como: São João, Festa do Divino, Encontro de Verônicas, Festa de Nossa Sra. do Bom Sucesso entre outras.

Estive lá no dia em que estava acontecendo esta última festa que mencionei, na Capela Nossa Senhora do Bom Sucesso. A cerimônia apesar de simples estava linda, na verdade acho que foi exatamente isso que a fez tão bonita: a simplicidade!

Capela Nossa Senhora do Bom Sucesso (Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)

* Pontos turísticos que conheci:
Praça da Matriz:
Além da Igreja de São João Batista, nesta praça há alguns lugares para fotografar, como o coreto e a placa de boas-vindas.

Foto tirada do coreto (Foto: Simone Silva)

Bem-vindos a Joanópolis 

No entorno da praça há padarias e ótimos locais para prosear. Há também uma antiga farmácia, tão antiga que ainda é escrita com PH hehehe

Cachoeira dos Pretos:
Com 154 metros de queda é uma das maiores cachoeiras de São Paulo e é o principal ponto turístico da cidade.

Cachoeira dos Pretos (Foto: Simone Silva)

Cachoeira dos Pretos

(Foto: Simone Silva)

Ao contrário do muitos pensam, não tem nada a ver com escravos e escravidão, mas sim, com o sobrenome de uma família portuguesa dona das terras: Preto de Oliveira. Dando origem tanto ao nome da cachoeira quanto do bairro onde está localizada.

(Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)

O local possui uma boa infraestrutura com restaurantes, cafés, lanchonetes, banheiros, lojinhas de souvenirs e estacionamento.

Amplo espaço para lazer (Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)

A caminhada a ser percorrida até a cachoeira é curta e durante o trajeto encontra-se a Nascente do Rio Piracicaba.

(Foto: Simone Silva)

Nascente do Rio Piracicaba (Foto: Simone Silva)

Recomendações do local:
- Cuidado ao passar pelas pedras próximas à cachoeira;
- Não é permitido fazer piquenique. 

* Gastronomia local:
Se chegarem cedo na cidade, recomendo ir a uma das padarias próximas à Praça Matriz e tomar um café acompanhado de um pãozinho chamado PRP.
__________________________________________________________ 
Pão PRP (Partido Republicano Paulista) começou a ser feito em 1936 por um padeiro adepto ao partido. O pão tem o formato de "X" e as iniciais do partido em cima. Por isso que é conhecido até hoje como pão PRP.
__________________________________________________________ 

Ainda nas padarias há biscoitinhos deliciosos, tipo sequilhos, vale a pena prová-los.

Devido a proximidade das Minas Gerais, grande parte dos restaurantes oferece comida típica mineira, ou seja, come-se muuuuito bem em Joanópolis.

Almocei no restaurante O Caipirão que estava inaugurando no dia da minha visita, sua nova sede.

(Foto: Simone Silva)

Nova sede do restaurante (Foto: Simone Silva)

A comida estava deliciosa, típica de fazenda, feita em panela de barro, com direito a tutu e torresminho e de sobremesa diversas opções de doce de leite, ô maravilha! Que perdição!

Comida típica de fazenda (Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)

* Hospedagem:
Querem encontrar ótimas opções e preços e ainda por cima ajudarem ao blog, sem gastar nada a mais por isso? Então pesquisem e reservem sua hospedagem através do link abaixo:


* Como chegar:
Localizada  aos pés da Serra da Mantiqueira, na divisa entre os estados de SP e MG é fácil chegar em Joanópolis. Saindo de São Paulo, basta pegar a Rodovia Fernão Dias, seguir até o Km 2 e entrar no acesso para a Estrada Serras e Águas. Dirijam com cuidado, pois há muitas curvas nesta estrada.

Mais informações:
Cachoeira dos Pretos:
Endereço: Estrada dos Pretos, km18, s/nº - Bairro: Centro - Joanópolis/SP
Telefone: (11) 4888-9200

Restaurante O Caipirão:
Endereço:  R. Cel. Alípio Cardoso, Km 1 - Joanópolis/SP
Telefone:  (11) 4539-7110
Horário de funcionamento: Sextas, sábados, domingos e feriados das 11h30 às 16h30

Gostaram? Aproveitem para seguir o blog nas redes sociais!

   

Abraços e até o próximo embarque!

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! Sua participação é muito importante para nós!