.

5 dicas de como pagar menos em Musicais

Depois de mostrar minha wishlist de musicais, agora é hora de compartilhar dicas para assisti-los sem gastar muito...neste momento sinto uma certa tensão no ar

Não sei vocês, mas eu não sou rica, o dinheiro não está brotando da minha bolsa, não tenho carteirinha de estudante e foi o tempo em que papai e mamãe me sustentavam, atualmente os papéis se inverteram (nada mais justo diga-se de passagem rs). Resumindo: não dá para "abraçar" o mundo de uma única vez, tenho que no máximo dar "apertinhos de mão" nele kkkkkkkkkkk

Por isso, determinação, criatividade, informação e pesquisa são essenciais para conseguirmos realizar o máximo possível das nossas vontades.

No caso específico dos musicais, eu amo assisti-los, porém o ingresso normalmente é muito caro e como há uma grande demanda de peças em cartaz, se não tomar cuidado, em um ano gasta-se com eles o equivalente a uma pequena viagem. E isso eu não posso e nem quero.

Ilustração: Simone Silva pelo site picmonkey

Então, o quê fazer? 

Bom...se assim como eu, vocês não podem se dar ao luxo de gastarem muito com isso, algo que "de cara" temos que abrir mão é de comprar ingressos de acentos próximos ao palco. Temos que nos contentar com os lugares mais distantes.

Partindo-se deste princípio, vamos as dicas:

1) Verifiquem se a peça tem parceria de descontos com alguma empresa: bancária, de cartão de crédito, de seguros e até mesmo de telefonia, tv por assinatura e internet.

Neste caso, já tive desconto de 20% e até 50% sobre o valor do ingresso.

2) Fiquem de olho nos sites de compras coletivas, muitas vezes nos reservam boas surpresas.

3) Se a peça não for muito concorrida, deem preferência pela compra diretamente na bilheteria do teatro, para evitar as taxas de serviços cobradas. Há casos com valores exorbitantes, no meu ponto vista.

Neste caso, faça um comparativo de custos, Por exemplo: se vocês saírem exclusivamente para comprar os ingressos, pode ser que não seja uma boa ideia, pois gastarão com transporte. Mas se aproveitarem para fazer outras coisas próximas ao local, será perfeito, unirão o útil ao agradável ;)

4) Seguindo a mesma linha da primeira dica, se tiver que escolher entre uma peça e outra, prefiram aquela que o próprio teatro é vinculado a uma empresa concessora de benefícios.

Em São Paulo alguns exemplos são: Teatro Bradesco que oferece 25% de desconto aos clientes do banco e o Theatro Net que oferece desconto de 50% para os assinantes Net. Em ambos o benefício é na compra de até 4 ingressos por espetáculo.

5) Pesquisem se há musicais em cartaz nos teatros populares. Aqui em Sampa alguns deles são: CCBB, Sesc, Teatro Ruth  Cardoso (FIESP/SESI) e Teatro Sérgio Cardoso.

Vejam os musicais que assisti nesses teatros:
Sesc Belenzinho: Gonzagão, a lenda - Paguei R$ 5,00
Teatro Ruth Cardoso: A madrinha embriagada - Gratuito
Teatro Sérgio Cardoso: Tim Maia, o musical - Paguei R$ 50,00 na segunda fileira da plateia, ou seja, quase no palco hehehe, sendo que meses antes estava em cartaz no Teatro Procópio Ferreira custando R$ 180,00 em um acento equivalente ao que comprei :O - R$ 130,00 de diferença! É muita coisa, não acham?

* Dica extra: na verdade um conselho rs, se a peça não for aquela que vocês "querem porque querem" assistir, deixem para vê-la em uma próxima temporada, pois normalmente volta em outro teatro e pode ser que tenha um precinho melhor.

Um bom exemplo disto, aconteceu neste ano. Até março a peça "Crazy for you", estrelada por Claudia Raia, estava em cartaz no Teatro do Complexo Tomie Otake e em setembro voltou a São Paulo, porém no Teatro Sérgio Cardoso a preços populares.

Há casos e casos, é uma decisão muito pessoal, mas ainda acho que vale a pena pensar nesta possibilidade.

Espero que essas dicas os ajudem a economizar e, consequentemente, sobrar mais "dindin" para viajar ;)

Vocês tem outras dicas? Compartilhem conosco!

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! Sua participação é muito importante para nós!