.

A primeira trilha a gente nunca esquece


Oi pessoal! Aproveitaram bem o fim de semana? Não vão me dizer que extrapolaram e enfiaram “o pé na jaca”? kkkkk É praticamente inevitável cometer esse “delito”, não é mesmo? kkkkk

Mas como hoje é segunda-feira dia do início de todo regime e dieta, trago uma ótima dica para perderem as calorias ;)

A dica é deixar o sedentarismo de lado e se exercitarem, mas não vale a modalidade levantamento de garfo, ok? hahahaha

Um ótimo exercício, principalmente para os iniciantes é a caminhada.

Como aqui em Sampa não temos um calçadão com uma bela vista para o mar, a alternativa para caminhar em um local agradável e em contato com a natureza são os parques.

Existem vários em toda a cidade, muitos deles já passaram aqui no blog, como: Parque da Água Branca, Parque da Independência, Parque do Carmo e Parque Villa-Lobos.

Hoje, porém, contarei um pouco sobre um parque diferente dos demais, pois além de proporcionar aos “atletas” um ambiente gostoso e em contato com a natureza, no final da caminhada traz uma bela recompensa: uma maravilhosa vista da cidade! Com este prêmio, acho que até os mais sedentários ficaram animados, ou não? hahahaha

Estou falando do Parque da Cantareira!

Parque da Cantareira (Foto: Gicelle Pereira)

Localizado, em sua maior parte, na Zona Norte de São Paulo, este parque é dividido em quatro núcleos: Pedra Grande e Engordador (ambos em São Paulo/SP), Águas Claras (Mariporã/SP) e Cabuçu (Guarulhos/SP).

Essa região remanescente da Mata Atlântica é considerada uma das maiores florestas urbanas do mundo.

Há dois anos estive no Núcleo Pedra Grande, confesso ser um pouquinho sedentária hihihi, mas na época estava me exercitando mais, fazendo aulas de dança e tudo isso me encorajou a realizar essa que foi minha primeira trilha.

Núcleo Pedra Grande (Foto: Gicelle Pereira)

É um trajeto longo, com trechos muito íngremes, mas a vantagem é que a trilha não é estreita e na terra, mas sim, larga e asfaltada, o que facilita e muito a caminhada.

(Foto: Simone Silva)

Trilha (Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)

Após muita subida e cansaço cheguei a Pedra Grande e sua bela vista!

(Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)

Uma delícia sentar-se ali, olhar o horizonte, desconectar-se dos problemas e não pensar em nada, só contemplar tudo aquilo.

Pedra Grande (Fotos: Gicell Pereira e Simone Silva)

Próximo a Pedra Grande, encontra-se o Mirante e um pequeno museu que na época estava fechado.

O retorno foi bem tranquilo, afinal era descida rs

O retorno (Foto: Simone Silva)
Ao terminar a trilha (ida e volta) a sensação maior não era o cansaço, mas a alegria de ter conseguido realizá-la do começo ao fim.

* Dicas:
- Usem roupas e calçados confortáveis e próprios para atividades físicas;
- Façam um alongamento antes de iniciar a caminhada;
- Levem uma garrafinha d’água e uma fruta ou barra de cereais para repor as energias;
- Não se esqueçam de carregar uma sacolinha para colocar o lixo e, posteriormente, depositá-la em uma lixeira.

Mais informações:
Parque da Cantareira (Núcleo Pedra Grande)
Endereço: Rua do Horto, 1799 –  Bairro: Horto Florestal – São Paulo/SP
Telefone: (11) 2203-0115
Horário de funcionamento: Sábados, domingos e feriados das 8h às 17h
Ingresso: R$ 9,00 (adultos), meia entrada para estudantes e gratuidade para crianças menores de 12 anos, adultos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência. 
Site: http://www.ambiente.sp.gov.br/parque-da-cantareira/
Obs.: Endereço e demais informações sobre os outros núcleos, vejam no site acima. 

Vocês costumam fazer exercícios em parques? Qual o local mais comum para se exercitar na sua cidade? 

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! Sua participação é muito importante para nós!