.

Salto/SP

Olá pessoal!!! Hoje contarei sobre uma Estância Turística do Estado de São Paulo, a cidade de Salto.

Salto pertenceu a cidade de Itu. Sua emancipação ocorreu em 1889, quando começou a ser chamada de "Salto de Itu", nome este que só foi mudado em 29 de dezembro de 1917, através de uma lei estadual que oficializou o nome de Salto.

Apesar de ter passado tanto tempo da sua emancipação e alteração de nome, até hoje ainda é conhecida, por muitas pessoas, como Salto de Itu.

O nome da cidade se deve ao "Salto do Tietê", uma cachoeira do Rio Tietê formada no trecho próximo a Praça Arquimedes Lamoglia, local onde há o Complexo Turístico da Cachoeira. Confiram um pouco mais sobre esse Complexo:

Entrada do Complexo (Foto: Simone Silva)



(Foto: Simone Silva)

Rio Tietê (Foto: Simone Silva)

Barragem e Usina de Porto Góes (Foto: Simone Silva)


Cachoeira do Salto Grande:
É a maior queda d'água existente no Rio Tietê. É extremamente importante para a cidade, não apenas por ter dado o nome a Salto, mas principalmente por ter sido através dela que surgiu o primeiro ciclo de desenvolvimento econômico da cidade: a instalação das tecelagens movidas pela força hidráulica.

Cachoeira do Salto Grande (Foto: Simone Silva)
 
Quando estive lá o tempo estava chuvoso, mas mesmo assim a paisagem era linda e a força da água impressionante.

(Foto: Simone Silva)


Memorial do Rio Tietê:
O Memorial do Rio Tietê foi construído às margens do rio e inaugurado em 2008.

Memorial do Rio Tietê - prédio amarelo (Foto: Simone Silva)

Nele o visitante conhece a história do rio desde a sua nascente em Salesópolis/SP até a foz no Rio Paraná, através de painéis, vídeos e de um documentário de 30 minutos, exibido em um pequeno auditório.

(Foto: Simone Silva)

Painéis (Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)

Ao sair do Memorial, há um café com vista para a Cachoeira e também um mirante para melhor observação da queda d'água e do rio.

(Foto: Simone Silva)

Ponte Pênsil:
Construída em 1913, às margens do Rio Tietê, esta ponte centenária possibilitava o acesso dos pescadores ao antigo "Porto das Canoas".

Ponte Pênsil (Foto: Simone Silva)

Atualmente é utilizada como atração turística, que além de proporcionar uma pequena aventura aos visitantes (afinal a ponte balança um pouquinho rs), serve de ligação entre o Memorial do Rio Tietê e o Caminho das Esculturas.

(Foto: Simone Silva)

A Ponte Pênsil foi revitalizada, está muito bem preservada, mas confesso que ao atravessar os 75 metros da sua extensão, não consegui nem olhar para o lado kkkkkk Balançava um pouco, não tanto quanto a de Paraty, mas balançava, e isso me deixou com um pouquinho de medo kkkkkkk

Caminho das Esculturas:
Após atravessar a Ponte Pênsil, chega-se ao Caminho das Esculturas, local onde há obras do artista Murilo de Sá, representando alguns personagens históricos vinculados ao rio (Bandeirantes, índios, pescadores entre outros). 

(Foto: Simone Silva)

Neste caminho também pode-se observar o prédio da antiga Fábrica de Tecido Brasital (hoje em dia abriga um centro universitário).

Algumas das esculturas (Foto: Simone Silva)

Mais informações:
Complexo Turístico da Cachoeira
Endereço: Praça Arquimedes Lamoglia, s/nº - Bairro: Centro – Salto/SP
Horário de Funcionamento do Memorial: de terça  a domingo das 8h às 17h
Ingresso: A entrada é gratuita
Infraestrutura: Banheiros e bebedouros públicos

Outro local que conheci durante minha visita a Salto, foi o Monumento inaugurado em 1980, em homenagem a Nossa Sra. de Monte Serrat, a padroeira da cidade.

Monumento (Foto: Simone Silva)

Possui 30 metros de altura e um mirante que proporciona vista panorâmica da cidade. A chegada até o mirante é de fácil acesso, pois não há escadas, e sim uma rampa em caracol, acessível a todos.

Pedestal com rampas em caracol (Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)

Vista da cidade (Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)

Parte externa da lanchonete (Foto: Simone Silva)

No interior do pedestal do monumento há uma capela onde estão os restos mortais do Capitão Antônio Vieira Tavares, fundador da cidade e devoto de Nossa Sra. de Monte Serrat.

Capela (Foto: Simone Silva)

Monumento N. Sra. de Monte Serrat (Foto: Simone Silva)

Mais informações:
Endereço: Praça João Paulo II, s/nº - Jd. Itaguaçu – Salto/SP (ao lado do Parque de Lavras)
Horário de Funcionamento: de terça  a domingo das 8h às 17h
Ingresso: A entrada é gratuita
Infraestrutura: Há estacionamento, banheiros públicos e lanchonete.


Já curtiram a fanpage do blog??? Curtam e fiquem por dentro de todas as novidades ;)

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! Sua participação é muito importante para nós!