.

Complexo "O Velhão"

Hoje contarei sobre a concretização do sonho de um menino, um verdadeiro visionário, que pelo amor a arte investiu em algo que na época, a maioria das pessoas acreditava ser em vão.

Estou falando do Sr. Moacyr Archanjo dos Santos e do seu Complexo "O Velhão".

Sr. Moacyr, prudentino, começou a trabalhar desde cedo para ajudar na renda familiar. Nos anos 60, a empresa onde trabalhava o transferiu para São Paulo. Foi neste período que os "olhos de artista" brilharam ainda mais forte, nem a correria da grande cidade muito menos o cansaço de um longo dia de trabalho, conseguiram tirar dele o amor pela arte.

Em suas andanças pela cidade, observava casarões, igrejas, linhas de bondes, monumentos, enfim, nada passava despercebido. E foi assim, que começou a adquirir peças de demolição que considerava ser material artístico, iniciando o seu acervo.

(Foto: Simone Silva)



Casou-se com Iracema Rodrigues com quem teve três filhos e mesmo diante de protesto familiar, entre os anos de 1977 e 1978 iniciou o Complexo comprando um lote na Estrada de Santa Inês (na época mal tinha asfalto) e construindo um casarão e uma oficina. Começou então a trabalhar com materiais que para muitos era lixo.

Entrada do Complexo (Foto: Simone Silva)

Aos poucos o complexo foi crescendo, mais lotes foram comprados, o acervo foi aumentando e o Sr. Moacyr sempre tinha ao seu lado sua esposa, Dona Iracema, ajudando-o na realização do seu sonho.

(Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)

Dona Iracema, capacitou jovens aprendizes da região para as oficinas de marcenaria e serralheria e por conta disso, construiu uma cozinha para uso dos funcionários. Mas o que até então parecia improvável aconteceu, a cozinha foi descoberta pelas pessoas e começaram a surgir clientes, até que resolveu transformá-la em um restaurante: "As Véia". Na verdade, tanto o nome "O Velhão" quanto "As Véia" referem-se ao casal fundador: Sr. Moacyr e Dona Iracema ;)

Restaurante "As Véia" (Foto: Simone Silva)

Desta forma, o complexo foi aumentando cada vez mais e atualmente, além da serralheria, marcenaria e restaurante, há também lojas, antiquário, café, bares e pizzaria. Com o falecimento do Sr. Moacyr, em 2001, a administração do Complexo passou a ser realizada pela Dona Iracema.

Estive lá em Agosto de 2012 e fiquei realmente impressionada, pois antes de conhecê-lo é difícil, sequer, imaginar que um local construído com materiais de demolição, um monte de materiais distintos, de todo tipo teria tanta harmonia. É incrível!!! Adoro lugares assim, diferentes, que fogem do óbvio e que aguçam a nossa criatividade, simplesmente amei!!!

(Foto: Gicelle Pereira)

(Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)

Restaurante "As véia":
Um restaurante super charmoso e aconchegante, onde é servida comida tipicamente brasileira e feita no fogão à lenha, uma delícia!

Fogão à lenha (Foto: Gicelle Pereira)

No dia que almocei lá, tinha até uma banda tocando ao vivo, muito bom mesmo!

(Foto: Simone Silva)

O restaurante funciona diariamente, sendo que, aos sábados, domingos e feriados além do almoço, também servem café da manhã no sistema self service pelo valor de R$ 29,00, com direito a bolos caseiros, pães quentinhos, café no bule, bem no estilo colonial e de fazenda.

Vejam mais fotos do local:

Café (Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)
Cervejaria "Da's Novas" (Foto: Simone Silva)

Conspiração do Jogo (Foto: Simone Silva)
(Foto: Simone Silva)

Mais informações:
Endereço: Estrada Santa Inês, 3000 - Mairiporã/SP
Telefone: "O Velhão": (11) 4485-1330 | 4485-1115 - Restaurante "As Véia": (11) 4485-2084 | 4485-4195
Valores e horários confiram no site: http://www.velhao.com.br/
Observação: NÃO aceitam pagamento em cartões de débito ou crédito, apenas cheque e dinheiro. Nem tudo é perfeito :(

Já curtiram a fanpage do blog??? Curtam e fiquem por dentro de todas as novidades ;)

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! Sua participação é muito importante para nós!