.

Rio de Janeiro: um caso antigo


Se há uma cidade que faz parte da minha vida desde sempre é o Rio de Janeiro. Não, eu não nasci lá, mas foi por pouco, minha mãe (completamente apaixonada pelo RJ) já prestes a “dar à luz” continuava indo ao Rio, acho que era o sonho dela que eu fosse “carioca da gema” kkkkkk, mas não deu certo, sou paulistana, com um pezinho no Rio, mas paulistana hahahaha

Minhas idas e vindas ao Rio foram assim, desde a barriga da mamãe até a adolescência, praticamente todas as minhas férias eu passava lá, junto com a “primarada” e na casa da minha dindinha.

Até que chegou o dia que resolvi conhecer novos horizontes e fiquei longe do Rio por muito tempo, tanto que quando me dei conta já fazia 11 anos que não viajava para lá.

Estava mais do que na hora de voltar e retornei em Maio deste ano, passei pouquinhos dias, apenas a emenda do feriado de 1º de maio, mas deu para matar um pouco da saudade.

Poderia contar para vocês sobre todos os lugares que conheço no Rio, enfim, mas achei melhor começar desta viagem de retorno, mesmo porque muita coisa mudou neste longo período.

Então vamos deixar de blábláblá e ir ao que interessa rs


Meu retorno ao Rio foi no período de 01/05/2013 a 05/05/2013. Fui com minha mãe e como foi uma viagem principalmente para visitar alguns parentes, o tempo para “turistar” foi curto.

Cheguei em uma quarta-feira a tarde, quando saí do avião senti literalmente um vapor, tinha me esquecido do Rio 40º kkkkk estava muito quente, mas é melhor do que se estivesse chovendo, então não reclamei rs

Aproveitei a tarde para caminhar por Copacabana, que por sinal estava lotada: praia, restaurantes, bares, também em pleno feriado ensolarado não poderia ser diferente.

O famoso calçadão de Copacabana (Foto: Simone Silva)

Estátua Dorival Caymmi (Foto: Simone Silva)

Mural no Sesc Copacabana (Foto: Simone Silva)

Reservei a quinta-feira e parte do sábado para visitar amigos e parentes.

No tempo restante fui ao Forte de Copacabana, Parque do Flamengo e Pão de Açúcar.


Forte de Copacabana:
Começou a ser construído em 1908 e tinha como principal função impedir a aproximação dos navios inimigos que pudessem ameaçar a entrada da Baía de Guanabara. A obra foi concluída após 06 anos e inaugurada em 28 de setembro de 1914.
A função bélica do Forte de Copacabana deixou de existir no ano de 1987 e teve início a missão de preservar e difundir a memória do Exército Brasileiro, através do Museu Histórico do Exército. 
Além de toda história que engloba este lugar, o ponto mais marcante desta visita é sem dúvida a vista maravilhosa que se tem da Praia de Copacabana e do Pão de Açúcar.

Praia de Copacabana (Foto: Simone Silva)

Pão de Açúcar ao fundo (Foto: Simone Silva)

Melhor ainda é poder curtir a bela paisagem, brindada pela brisa do mar e provando uma das deliciosas opções servidas pela Confeitaria Colombo. Sim, há uma unidade desta tradicional confeitaria no Forte de Copacabana!!!

Confeitaria Colombo de frente para o mar (Foto: Simone Silva)

Tantos anos indo ao Rio e acreditam que nunca tinha visitado este lugar? #vergonha rs Antes tarde do que nunca kkkk Adorei conhecer este pedacinho de “Copa”, passei uma tarde realmente muito agradável.

(Foto: Simone Silva)

Vista da Cúpula dos Canhões (Foto: Simone Silva)


Cúpula dos canhões (Foto: Simone Silva)

Forte de Copacabana (Foto: Simone Silva)


Mais Informações: 
Endereço: Praça Coronel Eugênio Franco nº 1 - Posto 6 – Bairro: Copacabana – Rio de Janeiro/RJ 
Horário de Funcionamento: 
Museu Histórico do Exército, Fortificação e Exposições: De terça a domingo e feriados, das 10h às 18h
Área externa, Cafés e Loja: De terça a domingo e feriados, das 10h às 20h
Ingresso: Adulto R$ 6,00 – Estudantes e Maiores de 60 anos R$ 3,00
Entrada Gratuita para Militares das Forças Armadas, maiores de 80 anos, grupos agendados e menores de 10 anos.
Como Chegar: Ônibus: Linhas 121, 126, 127, 484 e 455  
Metrô: Estação Cantagalo  
Carro: Sentido Centro-Zona Sul: Aterro do Flamengo ou Túnel Rebouças
             Sentido Barra-Zona Sul: Elevado do Joá e Avenida Niemeyer
Não há estacionamento




Parque do Flamengo: Neste parque conheci o Monumento aos Pracinhas, a Marina da Glória e visitei algumas exposições.


Monumento aos Pracinhas (Foto: Simone Silva)

Painel em cerâmica / Homenagem a marinha de guerra (Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)

(Foto: Simone Silva)

Marina da Glória (Foto: Simone Silva)

5 comentários:

  1. Belo post e belas fotos. Também te convidamos a visitar o nosso se desejar http://nossasviagenspelobrasil.blogspot.com.br/ grande abraço.
    Ja estamos te seguindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marc!!! Muito obrigada pela visita, fiquei contente que tenha gostado :)
      Pode deixar, visitarei seu blog também!
      Abraço

      Excluir
    2. Opa, obrigado pela visita ao http://nossasviagenspelobrasil.blogspot.com.br/ e aguardamos sua foto. Até breve.

      Excluir
  2. Vá também a Niterói e veja o Rio de Janeiro, "do lado de lá". Assim a beleza se completa! Amei suas fotos do Rio de Janeiro que também amo. Sou quase carioca: Nasci em Itaboraí- RJ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nazareth!!! Estive apenas uma vez em Niterói, a vista que se tem do Rio é realmente maravilhosa. Quem sabe da próxima vez eu consiga voltar lá e aproveitar para visitar o MAC ;)
      bjs

      Excluir

Deixe seu comentário! Sua participação é muito importante para nós!