.

Porto Seguro: o início de tudo!

Iniciarei este blog relembrando a viagem onde tudo começou (afinal antes dela, praticamente só viajava para visitar os parentes nos Estados do RJ e PB).

Faz muito tempo, mas como foi a partir dela que o “bichinho inquieto do turismo” me pegou rs, não tinha como deixá-la de fora. Acho que não me lembrarei de muitos detalhes, mas vamos lá.

Era 12/10/2002 e eu faria a minha 1ª viagem de avião, 1ª viagem sem os meus pais e 1ª viagem em que fiquei hospedada em um hotel (lembrando que antes ficava na casa dos familiares), eram muitas novidades ao mesmo tempo hahahaha

O destino não poderia ter sido melhor: Porto Seguro... e começava ali a 1ª viagem das amigas Simone e Kelly: as Desbravadoras do Nordeste kkkkkkk  

Fomos através da agência CVC, fechamos um pacote de uma semana, com vôo noturno e hospedagem com meia pensão no Hotel Casablanca, localizado no Centro da cidade.

Se fosse hoje, não faria meia pensão. Já pensou se o jantar do hotel não for bom? E além disso, é bom conhecer os restaurantes da cidade e ter outras opções.

No domingo fizemos o City Tour (incluso no pacote). Foi neste dia que minha máquina fotográfica levou um tombo feio, coitada, e desde então não funcionou direito e todas as minhas fotos em Porto Seguro ficaram péssimas, amareladas, horríveis

Devido a isso, que as fotos que estão neste post foram tiradas pela Kelly (que autorizou a postagem).

Bom, continuando... no city tour assistimos a uma roda de capoeira, muito legal, provamos o cacau e depois caminhamos pelo Centrinho Histórico, onde visitamos o Museu da Casa Colonial, vimos as casinhas coloridas, a antiga cadeia (desativada) Paço Municipal, a Igreja, o Marco do Descobrimento, o Farol e a linda vista que se tem do litoral.


Capoeira

Casinhas coloridas no Centro Histórico 

Paço Municipal

Farol


Após o city tour ficamos em uma das Barracas da Praia de Taperapuã: Tôa Tôa.
Lá o guia da CVC nos apresentou o pacote de passeios semanal e como turistas de 1ª viagem fechamos o pacote completo, coisa que hoje eu não faria, pois pesquisaria antes as melhores opções, outras agências e até mesmo faria alguns por conta própria.

Não lembro a sequência dos passeios, mas fomos para Arraial D’Ajuda, Trancoso, Recife de Fora, Cabrália (Rota do Descobrimento) e passeio de Chalana para a Ilha do Sol e Praia de Santo André.

Arraial D’Ajuda:
Uma vila muito bonitinha, com lindas praias e um centrinho com vida noturna bem animada.
Na Rua Mucugê há diversos bares, restaurantes e lojinhas.
Também tem a Rua Broadway esquina com a 5th avenue, só pelos nomes já dá vontade de conhecê-las, não é mesmo? hahaha
No Largo D’Ajuda localiza-se a Igreja N. Sra. D’Ajuda e atrás dela há um mirante com uma vista sensacional.
Para quem viaja em família, com os filhos, há um Parque Aquático chamado “Arraial Eco Parque” para a criançada aproveitar bastante.

Trancoso:
Um dos lugares que mais gostei de conhecer. Há praias lindíssimas e o famoso “quadrado” com uma igrejinha, um campo e nas laterais casinhas coloridas que são transformadas em restaurantes, lojas, tudo muito charmoso.
O astral dos hippies continua presente em tudo por lá, é um lugar que vale muito a pena conhecer, eu adorei e quero muito voltar!!!!

Recife de fora:
Estava toda empolgada para esse passeio, porém a empolgação acabou quando a escuna começou a navegar hahahaha o tempo estava muito ruim e o balanço do mar nada agradável, sorte que eu tinha tomado um remedinho para não passar mal, que situação hahahaha
Bom... chegando no destino o tempo começou a melhorar (ainda bem), tivemos que descer em um bote que nos levaria até as piscinas naturais e um banco de areia, confesso que eu estava com tanto medo de entrar naquele pequeno bote, que só entrei no último, porque não tinha jeito, não poderia ficar “a deriva” dentro da escuna hahaha, na verdade não sei porquê ainda faço passeios marítimos... mas isso é estória para um outro post.

O bote me deixou próximo ao tal banco de areia e fiquei por ali tomando sol.
Na escuna eles alugavam snorkel para quem quisesse mergulhar e ver os peixinhos, e também tênis (nem um pouco higiênico por sinal, neste caso é bom pensar na possibilidade, de trazer um tênis velhinho de casa) para não machucar os pés ao pisar nos recifes.

Para quem gosta de passeios marítimos vale muito a pena, mas eu não gostei, não voltaria. Fiz uma vez e já está ótimo ;)


Céu de dar medo, no passeio de escuna



Santa Cruz de Cabrália (Rota do Descobrimento):
Este é um passeio importante para fazer, pois nele é apresentada a estória do Descobrimento do Brasil, aonde as Caravelas do nosso amigo Cabral chegaram e ele gritou: “Terra à vista”, bom... isso é o que os livros da 1ª série ensinam hahaha
Visitamos o local onde foi realizada a Primeira Missa no Brasil, há também venda de produtos indígenas, entre outros.
Detalhe: quando eu fui, os indiozinhos cobravam R$ 1,00 para tirar foto com eles, ensinamento do “homem branco”... e assim caminha a humanidade.

Passeio de Chalana para a Ilha do Sol e Praia de Santo André:
Sem dúvida este foi o passeio mais divertido. Navegamos tranquilamente pelo Rio João de Tiba (bem diferente da experiência na escuna hahahaha), apreciando uma paisagem linda, ao som da música “Maresia” (gravada pela Adriana Calcanhoto), mas não demorou muito para lembrarmos que estavamos em Porto Seguro e dá-lhe AXÉ hahahaha era praticamente impossível ficar parado, até aqueles que não gostavam ou os mais tímidos, não tinham como não se contagiar e mexerem nem que fosse, só os dedinhos.

Alguns marinheiros faziam as coreografias e o povo atrás seguindo os passinhos e cantando, quanta alegria hahahaha

Há um momento em que tem uma pausa para tomar banho de lama. Afinal, o que mais tem por lá são manguezais.


Depois paramos na Ilha do Sol, um lugar muito bonito, onde são vendidos doces maravilhosos, lembro-me bem disso.


Nesta Ilha também tem alguns lugares engraçados para tirar foto como: Sentada na Piroga do Cabral (calma, calma, piroga é uma canoa usada pelos índios) e em um Coqueiro baixinho, mas que da forma que se fotografa parece que a pessoa subiu até topo dele.

Por último visitamos a Praia de Santo André, de beleza espetacular.


Ilha do Sol

Noite em Porto Seguro:
Em todas as noites tinha festa. Fui à festa de apresentação no Tôa Tôa, no Luau Barramares e na Ilha dos Aquários.
Reservei 02 noites para ir à Passarela do Álcool.

E foi assim a primeira viagem, com muita diversão, ótimas risadas, muito aprendizado, foi inesquecível!!!

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! Sua participação é muito importante para nós!