.

Shopping de Calçados em São Paulo

A maioria das pessoas sabe que Franca/SP é a terra dos calçados e que lá existe shopping especializado neste assunto, assim como em outros municípios do Estado de São Paulo, correto?

Porém, o que muita gente não sabe é que aqui na Capital também há um Shopping de Calçados!!!

Isso mesmo pessoal, é o Shopping Empório dos Calçados localizado na Vila Leopoldina. Estive lá hoje (30/11/13) e já estou por aqui para compartilhar com vocês.

Shopping Empório do Calçado (Foto: Simone Silva)

Fortaleza (Parte II)


Praia do Presídio:
Praia localizada em Aquiraz, tem esse nome devido ao presídio que nela existia na época das invasões holandesas no Brasil.

Quando estive lá, em 2004, era uma praia paradisíaca, muito limpa, água transparente, cheia de conchinhas, era um verdadeiro paraíso. Atualmente não sei como está, mas espero que ainda esteja preservada.

Lagoinha (Foto: Simone Silva)
Lagoinha:
Visitar Lagoinha foi um dos passeios que mais gostei de fazer no Ceará. Começamos com um passeio de jardineira, depois percorremos uma região mais rural de pau-de-arara (só mesmo turista que paga para andar de pau-de-arara kkkkkk), atravessamos uma Lagoa de catamarã e por último voltamos à praia de buggy.
Um dia maravilhoso, adorei conhecer este lugar.

Fortaleza (Parte I): A terra do Sol

Hoje recordarei a viagem que fiz para Fortaleza/CE em 2004.

Foi nesta viagem que aprendi a principal coisa (e também a mais difícil) que todo viajante deve ter em mente: Não comparar cidades e lugares visitados!!! Cada lugar tem o seu charme e cabe a nós viajantes/turistas aproveitar ao máximo cada experiência.

Bom... como a viagem foi feita há 9 anos, com certeza muitas coisas mudaram nesse período, por isso vou compartilhar a minha opinião sobre quando estive lá, mas atualizarei alguns dados na medida do possível. Então, vamos lá!

Fui com uma amiga: a Kelly que também me acompanhou em Porto Seguro, lembram? (Veja aqui)

Fomos no mês de Setembro e nos hospedamos no Magna Praia Hotel, localizado em frente a praia de Iracema. Permanecemos por uma semana.

Gostei do hotel, ótima localização, quartos amplos, café da manhã saboroso, atendeu muito bem as minhas expectativas.

Fizemos passeios diários por agência de turismo, fomos para: Beach Park, Cumbuco, Canoa Quebrada, Praia do Presídio, Lagoinha, Praia das Fontes e Morro Branco.

Foz do Iguaçu (Parte VI): Considerações finais

Para descrever melhor sobre essa viagem, tive que dividi-la em 06 postagens, pois são muitos detalhes e ficaria longo e cansativo se fizesse de outra forma.

E é devido a tantas opções de passeios, que aconselharia ao invés de ficarem 04 noites, como eu fiz, ficassem ao menos uma noite a mais. Dessa forma, aproveitariam melhor a viagem e daria tempo para visitar mais lugares, com mais calma.

Recomendaria viajar, por exemplo, numa quarta-feira e retornar no domingo, com o seguinte roteiro:

Foz do Iguaçu (Parte V): As três fronteiras e Churrascaria Rafain

Continuando o passeio do último dia em Foz... saímos do Templo Budista revigoradas e fomos ao Marco das Três Fronteiras.

(Foto: Simone Silva)

Considerado um dos principais pontos históricos de Foz do Iguaçu, o Marco foi inaugurado em 1903 e é simbolizado através de três estruturas uma em cada país (Foz do Iguaçu/BRA, Puerto Iguazu/ARG e Ciudad Del Este/PY) nas cores das suas respectivas bandeiras.

Foz do Iguaçu (Parte IV): Diversidade Cultural

Após as comprinhas no Paraguai, voltamos a Foz do Iguaçu e contratamos na própria agência do hotel, um passeio pelos 03 principais pontos turísticos da cidade: Mesquita muçulmana, Templo Budista e Marco das Três Fronteiras.

O primeiro local a ser visitado foi a Mesquita, localizada na Rua Meca nº 560, no Bairro Jardim Central.

No site da mesquita informam que as visitas internas (guiadas) devem ser agendadas através de formulário, mas nós não tínhamos feito este agendamento e mesmo assim, ao chegarmos lá pudemos visitar a parte interna e ouvir a história contada por uma senhora muçulmana. Tivemos sorte!!!

Para entrar na mesquita todos tiveram que tirar os sapatos e as mulheres também tiveram que usar um lenço que cobria cabelo, ombros e braços.

Mesquita por dentro (Foto: Simone Silva)

Foz do Iguaçu (Parte III): Itaipu – Lagoa e Hidrelétrica


Continuando sobre o passeio do 2º dia, após conhecer o Parque Nacional do Iguaçu, voltamos para o hotel e de lá fomos fazer um passeio de catamarã pela Lagoa de Itaipu, com duração de 2 horas e com direito a contemplar o maravilhoso pôr do sol.

Catamarã (Foto: Simone Silva)

Imagino que este passeio não seja muito divulgado, pois não tinha muitas pessoas no dia em que fomos. Mesmo assim, fomos recebidos até com tapete vermelho hahahaha

O catamarã tem uma boa infraestrutura, banheiros limpos, bar americano, solário e na parte interna mesas muito bem decoradas, tudo muito caprichado. Estava incluso degustação de frutas da época.

Foz do Iguaçu (Parte II): Espetáculo da Natureza


Segundo dia em Foz, acordei bem cedo e o sol já estava forte e radiante, quase 30º, verão disfarçado de primavera. O dia prometia ser muito bom e foi!!!

Banho tomado, café da manhã também, última checagem na bolsa: protetor solar, repelente, capa de chuva, e claro, máquina fotográfica preparada para captar as mais lindas imagens do dia. Eu estava pronta, na verdade prontíssima para conhecer as Cataratas do Iguaçu (Lado Brasileiro).

No horário combinado o ônibus da agência passou pelo hotel e lá fomos nós para o Parque Nacional do Iguaçu.

Chegando lá tudo é realmente grandioso, desde o pátio da entrada até a loja de souvenir.

A bilheteria tem muitos guichês e por isso, mesmo com um grande número de visitantes, não ficamos muito tempo na fila.

O ingresso para brasileiros custava R$ 25,10, porém na data desta postagem já tinha sido reajustado para R$ 28,80 (mais informações no final do post).

Ciudad Del Este

Chegou o dia das “compritchas” no Paraguai uhuuuuuu!!!!! hahahaha

Sinceramente, a princípio eu não estava com muita vontade de ir até Ciudad Del Este, apesar de estar em Foz do Iguaçu que é tão pertinho de lá.

Mas como não pude comprar no Dutty Free o perfume que eu tanto queria, pois estava MUITO caro, acabei mudando de ideia.

O problema é que o tempo era curto para fazer tantas coisas (minha amiga e eu ainda queríamos fazer um city tour em Foz), devido a isso e também pela comodidade e segurança, optamos em ir de micro-ônibus pela agência de turismo Natural Travel, pelo custo de R$35,00 e duração de 5 horas.

Achamos 5 horas um exagero, metade disso já seria suficiente para comprarmos o que precisava e conseguir chegar a tempo de ir ao city tour. O bom é que conseguimos retornar em outro ônibus da agência, após 2:30hs de compras. Perfeito!!!

Agora vamos ao passeio...

Foz do Iguaçu (Parte I): A escolha, a chegada e o hotel

Há uma semana falei sobre a minha 1ª viagem (Veja aqui) e hoje contarei sobre a mais recente.

Tudo começou, quando tive que adiar a viagem que faria nas férias deste ano. Estava programando ir para Paraíba, mas devido a alguns contratempos não foi possível.
A partir daí deu início ao meu dilema: para onde viajar, com pouquíssimo tempo para programar? Com quem viajar? (não adianta, não gosto de ir sozinha).

Primeiro consegui a companhia: uma amiga e depois pesquisando “aqui e ali” chegamos a 03 destinos: Cidades históricas de MG, Florianópolis e Foz do Iguaçu, decidimos pelo último e não nos arrependemos nenhum pouco.

O engraçado é que quando alguém fala que viajará para Foz do Iguaçu, a maioria das pessoas pensa logo nas compras em Ciudad Del Este – Paraguai. Eita consumismo, hein? rs

Claro que é interessante fazer umas comprinhas, mas o meu intuito em escolher esta cidade não foi pelas compras no Paraguai, mas sim, para ver uma das 7 maravilhas da natureza “As Cataratas do Iguaçu” e CLARO, ver o arco íris que aparece tanto nas fotografias de lá kkkkk (Perdoem-me pelo momento infantil rs)

Viajamos no mês de Setembro/2013 em uma quarta-feira e voltamos num sábado (04 noites).

Museu da Casa Brasileira: uma mansão com muita história


Ontem ganhei um passaporte (válido por 1 ano) que dá direito a visitar gratuitamente 18 museus do Estado de São Paulo e para estreá-lo visitei pela 1ª vez o Museu da Casa Brasileira.

É um museu especializado em design e arquitetura, reconhecido internacionalmente.

Sua instalação é uma belíssima mansão dos anos 40, que traz em sua exposição permanente, móveis e utensílios (Faqueiros, louças entre outros) dos séculos XVII ao XXI. 

Um dos mobiliários mais interessantes é o "móvel de múltiplas utilidades", um móvel que pode ser usado como: escrivaninha, penteadeira, banquinho, nichos e aberto transforma-se em cama com cômoda. É antigo, mas é ótimo para os “apertamentos” de hoje em dia hahahaha


Mansão - MCB (Foto: Simone Silva)

Puerto Iguazu - Argentina

Puerto Iguazu é uma cidade localizada na Província de Misiones e é mais conhecida devido ao Dutty Free e aos seus Cassinos.

A ponte que liga o Brasil a Puerto Iguazu é a Tancredo Neves, mais conhecida como Ponte da Fraternidade. O interessante dela é que a parte que fica no Brasil tem as muretas pintadas de verde e amarelo e a parte da Argentina de azul e branco, ou seja, nas cores das bandeiras de ambos os países.

Atravessando a ponte chega-se ao Dutty Free, até lá não passa pela Aduana. Apenas passará se for entrar na cidade, neste caso deverá apresentar a documentação necessária (Leia no final do post)

A maioria dos hotéis de Foz de Iguaçu oferece transporte gratuito até o Dutty Free, que é muito amplo, com setores bem divididos e uma decoração muito bonita.

Quando eu fui, em Setembro/2013, o dólar estava em alta, consequentemente os produtos estavam bem caros.

À noite passei pela Aduana para conhecer o centro da cidade, onde há muitos restaurantes e diversas lojas que vendem casacos, jaquetas de couro e todo o tipo de lembrancinhas.

Pinacoteca: Arte na Luz

Post atualizado em 04/01/2016!

Iniciarei esta seção falando sobre um dos lugares que mais gosto de visitar: Pinacoteca do Estado de São Paulo.

O charme do lugar já começa do lado de fora, não tem como não admirar o lindo prédio com suas paredes de tijolinhos à mostra.
 
Pinacoteca de São Paulo
Entrada da Pinacoteca (Foto: Simone Silva)

Porto Seguro: o início de tudo!

Iniciarei este blog relembrando a viagem onde tudo começou (afinal antes dela, praticamente só viajava para visitar os parentes nos Estados do RJ e PB).

Faz muito tempo, mas como foi a partir dela que o “bichinho inquieto do turismo” me pegou rs, não tinha como deixá-la de fora. Acho que não me lembrarei de muitos detalhes, mas vamos lá.

Era 12/10/2002 e eu faria a minha 1ª viagem de avião, 1ª viagem sem os meus pais e 1ª viagem em que fiquei hospedada em um hotel (lembrando que antes ficava na casa dos familiares), eram muitas novidades ao mesmo tempo hahahaha

O destino não poderia ter sido melhor: Porto Seguro... e começava ali a 1ª viagem das amigas Simone e Kelly: as Desbravadoras do Nordeste kkkkkkk  

Fomos através da agência CVC, fechamos um pacote de uma semana, com vôo noturno e hospedagem com meia pensão no Hotel Casablanca, localizado no Centro da cidade.

Se fosse hoje, não faria meia pensão. Já pensou se o jantar do hotel não for bom? E além disso, é bom conhecer os restaurantes da cidade e ter outras opções.

Sobre o blog

Sou apaixonada por viagens e por tudo relacionado a esse tema.
Adoro planejá-las, pesquisar sobre os lugares, montar roteiros, sentir aquele “friozinho na barriga”, aquela expectativa de chegar logo o tão sonhado dia de viajar... ai que delícia. Quem não gosta, não é mesmo??? Bom... quem não gosta, eu não sei, só sei que tudo isso me fascina!!! rs